07 dez, 2018 / por Bento Augusto

São muitas as ferramentas de PNL úteis na hora de negociar. Seja uma negociação profissional ou pessoal, afinal, em relacionamentos nós negociamos em muitas situações.

Seria muita pretensão eu dizer que em um post é possível contar sobre todas as ferramentas disponíveis para melhorar seus resultados em negociações. Então, decidi fazer escolher algumas delas e mostrar como são eficazes na hora de negociar.

Rapport: uma palavrinha que faz toda a diferença quando seu sentido é aplicado. Significa sintonia. Sintonize sua frequência (e aqui falamos de energia mesmo) na frequência da pessoa com a qual está negociando.

Seu interesse genuíno pelo que esta
pessoa quer fará a diferença na hora de você entrar nessa sintonia.

Modelo Milton: a Linguagem Ericksoniana ou Modelo Milton é um tipo de linguagem aberta que permite perguntar de forma que a pessoa possa compreender conforme sua própria visão de mundo. O resultado do uso dessa técnica são respostas surpreendentes, que muitas vezes trazem informações que você sequer esperava receber.

Metamodelo de Linguagem: o uso do metamodelo requer rapport. O metamodelo é um tipo de linguagem mais fechada, com perguntas mais específicas para saber exatamente o que o outro quer dizer, o que busca, o que acredita. Para usar este arsenal linguístico é necessária cautela e elegância.

Calibragem: calibrar, para a PNL, significa “ler” o outro. Com conhecimentos sobre sistemas representacionais, pistas oculares e submodalidades você terá um repertório fantástico para aprimorar sua capacidade de calibrar a pessoa com a qual está negociando. A partir daí, será mais fácil falar a linguagem que a pessoa entenda, oferecer resposta ao que ela está buscando.

Tem mais que isso para negociar bem com a PNL? Muito mais! Acompanhe o blog e a gente volta ao assunto. Fique ligado!

1234!